WWF Mozambique - 15 Anos

WWF 15 anos de conservação em Moçambique

As actividades que implementamos em Moçambique reflectem os objectivos do nosso Programa Mundial e os objectivos do Programa para África e Madagáscar. Estes, estão alinhados com as Políticas e Estratégias do Governo de Moçambique no que diz respeito à gestão dos recursos naturais.
Exercemos as nossas actividades em Moçambique de acordo com as regras das organizações internacionais, estando registado junto do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação.
 
Neste momento, que celebramos 15 anos da nossa presença em Moçambique, gostariamos de agradecer a todos os nossos parceiros pela confiança que depositam em nós e, acima de tudo, pelo apoio prestado.
Temos um longo caminho pela frante. Os desafios de conservação são enormes e sabemos que para enfrentá-los, devemos estar aliados a todos os stakeholders que directa ou indirectamente trabalham na área.

Parque Nacional do Arquipélago de Bazaruto

No ano em que celebra 15 anos, o Fundo Mundial para a Natureza (WWF) Moçambique visitou o Parque Nacional do Arquipélago do Bazaruto (PNAB) para recolher testemunhos dos impactos da sua passagem nesta importante reserva marinha, a primeira que o país conheceu e que este ano assinala o seu 45º aniversário. Tendo sido o primeiro programa implementado pela sua equipa de profissionais Moçambicanos, o Projecto de Maneio Comunitário dos Recursos Naturais em Bazaruto decorreu entre 2003 e 2013, conhecendo grandes sucessos nas componentes de educação ambiental e comunitária.

Saiba Mais

Parque Nacional Das Quirimbas

A cerimónia de oficialização da criação da área protegida foi hoje assinalada com a colocação de bóias sinalizadoras, num acto que contou com a participação da Administradora do Distrito do Ibo, Helena Nikutume, o Administrador do Parque Nacional das Quirimbas, Baldeu Chande, líderes comunitários, o representante do WWF no norte de Moçambique, António Serra. Criado em 2002 com o apoio do WWF, naquela que é considerada a primeira iniciativa de âmbito comunitário para a criação de um parque nacional em Moçambique, o Parque Nacional das Quirimbas conta com uma área de 9.130 quilómetros quadrados, dos quais 1.185 correspondem à sua área marinha.

Saiba Mais

Reserva do Niassa

Em 2011, Moçambique oficializou a criação da Reserva Parcial do Lago Niassa, dando assim um passo fundamental para a preservação da biodiversidade daquela que é uma das maiores reservas de água doce do continente africano. Num projecto marcado por uma participação comunitária activa, o Fundo Mundial para a Natureza (WWF) Moçambique estabeleceu os pilares necessários para o nascimento da área de conservação, apoiando ainda o seu reconhecimento enquanto Zona Húmida de Importância Internacional pela Convenção RAMSAR.

Saiba Mais

Primeiras & Segundas

Os santuários de Moma foram estabelecidos em Fevereiro de 2010 pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF), em parceria com a CARE e têm se notabilizado pelo aumento de quantidade e de tamanho de pescado, bem como pela sua importância para a preservação do meio ambiente, minimizando os efeitos da destruição dos ecossistemas e o consequente empobrecimento da biodiversidade.

Saiba Mais

Biofund

Mozambique is one of the most biodiverse countries in the world, with 14 different ecological regions many of global importance. Mozambique has one of the longest coastlines in Africa (longer than the western coast of the United States) and the only deepwater upwelling on the eastern coast of Africa. Mozambique also has significant freshwater resources including the world’s most biodiverse Lake, Lake Malawi/Nyasa Niassa, which Mozambique shares with its neighbors Tanzania and Malawi. Southern Africa’s mightiest rivers, the Limpopo and the Zambezi, also traverse Mozambique from East to West before discharging in the sea, forming complex freshwater wetlands and extensive mangrove swamps.

Saiba Mais

Forest & Mangroves

Está em definição uma Linha de Base sobre Governação Florestal em Moçambique, um instrumento de avaliação do desempenho do Governo na área florestal. A iniciativa é do Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural (Mitader), com apoio do Banco Mundial, em parceria com o Fundo Mundial para a Natureza (WWF). A linha de base irá servir de referência para futuras avaliações do Programa de Investimento Florestal (FIP) e espera-se que seja feito de dois em dois anos. Nesta primeira avaliação, foram realizadas auscultações ao sector privado, Governo e Sociedade Civil das províncias de Cabo-Delgado e Zambézia.

Saiba Mais

Zambezi Basin Freshwater

Brevemente!

Oil & Gas

Familiarizar o projecto às OSC’s que são beneficiárias dos seus fundos; apresentar planos de trabalho e os respectivos orçamentos para execução das atividades das OSC’s e discutir o tipo de relatórios narrativos e financeiros a serem submetidos para o WWF foram os principais objectivos do encontro.

Saiba Mais

Wildlife

Nas entranhas do Distrito de Ancuabe, há sensivelmente 160 km da Cidade de Pemba, em Cabo-Delgado, um lugar mágico, cheio de vida e de paisagens deslumbrantes preenche o entusiasmo de qualquer visitante: é a Reserva de Taratibu, parte do extenso Parque Nacional das Quirimbas. Comporta uma área de cerca de 35000 hectares e um acampamento, uma concessão dada ao sul-africano Jacobus J. Von Landsberg, o auto-intitulado “embaixador dos elefantes de Taratibu”.

Saiba Mais