Comemorações do Dia Mundial da Pesca: WWF enaltece a necessidade da pesca sustentável em Moçambique por meio de actividades comunitárias | WWF Mozambique

Comemorações do Dia Mundial da Pesca: WWF enaltece a necessidade da pesca sustentável em Moçambique por meio de actividades comunitárias

Posted on
05 December 2019
O passado dia 21 de Novembro de 2019, Dia Mundial da Pesca, foi celebrado sob o lema nacional “Conservar pesqueiros para mais peixe”, o que remete a sustentabilidade das actividades de pesca nas águas sob a gestão moçambicana. O Fundo Mundial para a Natureza (WWF) levou a cabo actividades na Área de Protecção Ambiental das Ilahs Primeiras e Segundas (APAIPS)- em Nampula e Zambézia (distritos de Angoche, Moma e Pebane) e no Parque Nacional das Quirimbas (PNQ) - Cabo Delgado (na ilha do Ibo), com diversos grupos com a finalidade de enaltecer a necessidade de se optar, continuamente, pela pesca sustentável.

APAIPS


Em Angoche, o dia começou com a deposição de uma coroa de flores na Praia de Thamole ,seguida de sensibilização dos pescadores pelo delegado do Instituto de Investigação Pesqueira, representante do SDAE (Serviços Distritais de Actividades Econômicas), Presidente da Associação de Pescadores Artesanais de Angoche e WWF.


Durante a tarde as actividades incluíram apresentação de grupos culturais, apresentação de teatro e exposição de artes e desenhos pelas escolas primárias e secundárias, premiação dos grupos de animação, projecção de vídeos da APAIPS e sobre vida marinha.


O evento contou com cerca de 120 participantes que acompanharam as considerações sobre o Dia Dos Pescadores e da Pesca pelo Delegado do IIP e Presidente da Associação de Pescadores.
 
Em Pebane O dia da Pesca (21 de Novembro de 2019), teve iniciou no Porto de Pebane com a deposição de uma coroa de flores pelo Administrador do Distrito de Pebane, evento  que contou com a presença da Chefe do Posto de Pebane-sede, Procurador distrital, Comandante da Policia Lacustre e Fluvial, o Director do SDAE, 2 Grupos culturais (ASSANAP e QUICHANGA), o lider da ACAP, outros membros do Governo do distrito, pescadores e membros da comunidade, totalizando cerca de 200.
 

PNQ

 
Nas Ilhas Quirimbas, o WWF e parceiros organizaram  duas regatas que fizeram um curso de ida e volta. Uma regata foi constituiída por barcos a remo, cujo trajecto foi da ponte cais (Ibo) à Quirambo, num percurso de cerca de 10 milhas. A segunda regata foi constituída por barcos à vela que partiram da ponte cais (Ibo) ao Banco São Gonçalves, num percurso de cerca de 12 milhas. Ver o texto completo aqui e as fotos das premiações das regatas aqui.
 

Comments

blog comments powered by Disqus