Moçambique acolhe o Fórum de Conservação Africano do WWF

Posted on
06 October 2022
Cerca de 25 directores de conservação, gestores de paisagens terrestres e marinhas, e líderes de programas regionais do WWF do continente africano estão em Vilankulo, província de Inhambane, desde o dia 3 até ao dia 7 de Outubro, onde participam no Fórum de Conservação Africano (FCA) do WWF. Durante estes dias, os participantes estão a partilhar as suas experiências, sucessos e estratégias para reforçar programas de cada país e elevar o impacto de conservação da organização em todo o continente.

No âmbito da partilha de experiências, o terceiro dia do fórum foi dedicado às visitas a comunidades do distrito de Vilankulo.  A primeira visita foi ao Conselho Comunitário de Pesca (CCP) de Mondego e a segunda foi ao centro de pesca, onde ficaram a conhecer o Sistema De Monitoria Orientado para a Gestão (SMOG) voltado à colecta de dados na actividade pesqueira.

Para Christine Mwangi, Coordenadora Regional do Programa de Infraestruturas e Investimentos Sustentáveis baseada no Quénia, a visita ao CCP foi interessante, pois foi uma oportunidade de conhecer as medidas de resiliência adoptadas pela comunidade e seu entendimento sobre a conservação ao ponto de terem criado um período de veda de pesca. “Esta experiência mostrou-nos o quão é importante continuar com o trabalho de conservação e incluir a comunidade nestes processos", finalizou.

Solani Mhango, Director Interino do WWF Moçambique, diz que a decisão de acolher este evento em Vilankulo deve-se ao facto de este FCA ser o primeiro focado especialmente na conservação marinha. Este, acredita que a experiência de trabalho do WWF-Moçambique pode ser de extrema utilidade para os outros países com programas na área marinha.

Comments

blog comments powered by Disqus