WWF Promove Reflexão Sobre Jornalismo de Conservação | WWF Mozambique

WWF Promove Reflexão Sobre Jornalismo de Conservação

Posted on
06 November 2018
Dados revelados mostram que os conteúdos jornalísticos realcionados à conservação em Moçambique carecem de maior tratamento. Esta constatação foi levantada na reunião dos membros do Fórum de Jornalistas Pro-Conservação da Biodiversidade (FOJOCOM), promovida pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF), a decorrer em Marracuene de 05 a 09/11/2018.

São 25 profissionais da comunicação social, provinientes de todo do país, que reflectem sobre a abordagem do FOJOCOM nos assuntos relacionados à conservação da biodiversidade, de forma a intervir com maior impacto na preservação do meio ambiente: “Os jornalistas escrevem sobre a conservação, porém faltam-nos dados, faltam-nos detalhes, as fontes são fechadas e as fontes públicas são limitadas o que compromete a qualidade de notícia produzida...”, disse Armando Quembo, jornalista da Rádio Moçambique, Tete.

Para os dias seguintes espera-se a capacitação dos membros do FOJOCOM em Jornalismo de Dados, participação num debate sobre o acesso à informação em posse judicial, mediado pelo presidente da Associação dos Juizes de Moçambique e culmina com o debate sobre o associativismo a ser mediado pelo Coordenador de Governação do WWF, Bento Novela.

Comments

blog comments powered by Disqus